Quem somos

ryan“Eu estava interessado no design social porque queria encontrar função positiva para o design e estratégias para sua aplicação.” – Ryan Duke

breda

“Foi um aprendizado, aprendi a fazer as medidas com o designer, e isso facilitou muito o meu trabalho.” – Luiz Alberto Breda

Nós oferecemos um serviço de intercâmbio voltado a profissionais das áreas de artesanato e design. Os programas consistem em oficinas de artesanato, com apanhamento técnico e orientação de profissionais experientes, tendo como foco a transformação de materiais em produtos de design contemporâneo.Por meio dessa união, criamos oportunidades para a troca de conhecimento entre diferentes culturas, o que pode gerar sucesso por meio de uma união inimaginável – uma experiência criativa em que a curiosidade, o dia a dia da pesquisa, o respeito e a coragem são elementos fundamentais.

história e valores

O Tudo a Mão nasceu espontaneamente, a partir da experiência de vida de Silvia Sasaoka, coordenadora dos programas apresentados neste site. Descendente de japoneses, Silvia estudou Artes Plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado e na Faculdade de Belas Artes de São Paulo e tornou-se educadora e produtora cultural. Durante esse caminho de aprendizado, ela passou 11 anos morando na comunidade Yuba, situada em Mirandópolis, onde aprendeu a viver coletivamente e a realizar projetos que beneficiem todas as pessoas e instituições envolvidas.

Silvia SasaokaEssa trajetória levou-a a desenvolver projetos que combinam a consciência ambiental, a produção coletiva e a visão de mercado, proporcionando experiências que unem a simplicidade do trabalho artesanal com a contemporaneidade da vida urbana.No Japão, Silvia pesquisou o artesanato tradicional local e seu papel no cenário contemporâneo do design, por meio de uma bolsa concedida pela Fundação Japão, no período de 2002. Em 2001, coordenou o Design Solidário Brasil + Holanda, um projeto pioneiro na área de design que envolveu estudantes holandeses e artesãos brasileiros. A experiência foi replicada em inúmeros projetos, tornando-se expertise para a gestão de projetos orientados a comunidades.

Desde 2002, é consultora do Artesanato Solidário Artesol, um trabalho voltado à melhoria da produção do artesanato de grupos localizados em mais de 17 estados do Brasil. Em 2004, fundou a Straat, empresa de produtos sustentáveis gerados por designers e artesão do programa Tudo a Mão. Além disso, coordenou diversos projetos envolvendo comunidades, escolas internacionais e empresas, como: Design Academy of Eindhoven, Droog Design, Istituto Europeo di Design São Paulo, FAU Design (USP), Faculdade de Belas Artes de São Paulo, Universidade de Cincinnati e Tok&Stok.

“Ao fazer ligações entre pessoas e coisas que aparentemente não se atraem, ou parecem não ter coerência nem afinidade estética, enxergo o potencial de uma união que pode se tornar importante e imprescindível para o sucesso de um trabalho.”

Se quiser falar com Silvia, basta mandar um email!